Bilhetinho atrasado

Desculpa, amor, por todas as vezes que eu mesma fugi sem rumo,
Quando tudo o que eu queria era migrar-me para ti.

Sei que eu não deveria ter pedido para que tu saísses,
Porque o meu maior desejo era não saber... nem de chaves nem de portas.

Desculpa o sentimento míope que não me deixou reconhecer o teu pedido.


E eu ainda quero que tu saibas:
Minha alma está nua à espera dos teus beijos.

Ganhei 11 margaridas!

Renata disse...

É, se tiver que ser, ele vai voltar.
Beijos.

Graziele Alencar disse...

Rê,
Não há ninguém pra voltar...
Obrigada pelo comentário.
Beijos.

Daniel disse...

"Minha alma está nua à espera dos teus beijos". Adorei esse final. Uma verdadeira súplica para uma volta. Lindo, adore! Bjus.

http://so-pensando.blogspot.com

Só Eu disse...

Fosse eu o eleito e vertir-te-ia a alma com tantos beijos que não restaria alma para ninguem...
Muito bonito.
Parabens
Beijinhos

Jow disse...

nem a alma nua faria voltar.

chaves e portas são premissas disso.


gostei. rápido.

beijo

Jow disse...

portas e chaves são premissas de que nem uma alma nua fará com que se volte.


gostei. rápido.

beijo.

Cin disse...

E quem resiste a um pedido tão lindo e sincero de desculpas como esse?
Flor, mto obrigada por suas palavras de carinho sobre o baby viu?
Bjão!

Thito disse...

Voltou de vez?? Espero que sim.
E um dia consigo escrever bonito assim. Ou assado.
Beijos

Thito disse...

É. A gente sempre descobre que tem pessoas que apreciam o que escrevemos.

E sim, o Analytics é de grátis. Como quase tudo que o Google faz.

E fico contente pela volta. Agora falta a Jana...

Jana disse...

porque não da pra entender e muitas vezes nem pra explicar pequenas sutilezas...

infelizmente

beijo

ninomia disse...

Sinto você diferente, pelos seus textos. Impressão minha?

Precisamos nos encontrar.

Saudades.

Bjo.